terça-feira, 14 de abril de 2015

Uma indústria vai bem no Brasil, a de Multas!


Sociedade

 



#COMENTÁRIO

Estava ouvindo hoje de manhã mais um dos tantos comentários a respeito das famigeradas sacolinhas plásticas do Hadad nos supermercados paulista, visto que passaram agora ser obrigatório o uso delas e de uma marca específica, de fabricação de uma única empresa. A justificativa é de atender ao fator ecológico. Mas em meio a essa coisa toda, me despertou a atenção e me fez pensar um pouco mais profundamente a respeito de que, se você não cumprir essa ordem, você vai pagar uma multa. Essa multa é que é meu objetivo do comentário de hoje. Você para já parou para pensar que, você não cumprir a lei da sacolinha você paga multa, se você desrespeitar as leis de trânsito paga multa, muito cara hoje em dia, se você descumprir algo de  qualquer contrato que você tenha assinado, tenha feito, pagará uma multa, se você deixou vazar por um acidente qualquer tipo de químico na natureza, cortou uma árvore inadvertidamente, você vai pagar multas ambientais. Tirando de foco o lado corretivo de castigo por você ter incorrido em algo errado, sobra um volume enorme de dinheiro que ninguém presta conta a respeito dele. O que você pagou, alguém recebeu e então, aonde vai parar todo esse dinheiro? Nunca se questionou isso no Brasil, qual a destinação dessas verbas oriundas de multas, de montante muito grande, que já ocorreram por aqui por vias judiciais ou simplesmente aplicativos de lei. Nunca se diz que foi feito desse dinheiro.  Quando nos vimos envolvido em uma situação em que temos de pagar multa por causa de um erro nosso, de nossa parte, nos culpamos pelo erro cometido a famigerada gerada máquina de multas se assenhora de nosso consciente pesado, de nossa mácula de culpa culpabilidade e usurpa com a maior cara lavada, na maior cara dura dos encargos que somos obrigados a pagar por esse erro e o pagamos e fazemos de coração aberto triste por estar pagando. Mas mais triste ainda por ter errado, e então, simplesmente esquecemos o que vão fazer com esse dinheiro. Não se vê retorno de qualquer multa aplicada em meio à sociedade. Esse ônus a que nos submetemos pela nossa falta, deveria servir de benefícios à própria sociedade e declarada como foi revertida a essa sociedade. Deveríamos procurar mais a fundo, a pensar mais a fundo sobre esse tema, no momento em que a moda no País é caçar corruptos e corruptores não custa nada incluir mais este tema, que com certeza iremos encontrar muita roubalheira também nesse meio.


#Disse

Carlos Leonardo



Saiba mais sobre o que você vai ler na matéria:

Verifique a Situação (IPVA, Extrato, Multas) - DETRAN

Multas Trabalhistas - Ministério do Trabalho e Emprego

E-mail revela que operador de lobby na Receita atuou para ...

Restituição de multas eleitorais — Tribunal Regional ...

Como aplicar Multas e Advertências em condomínios

Multas Punitivas - =- SEFAZ & DUA - 100% Online -=


#CONVITEAPROSA
Você já se atentou para essa situação?

Dê sua opinião (clique no título da matéria para comentar ou na cartinha, para enviar a alguém).